Dicas

OSTEOPOROSE - PREVENIR É A SOLUÇÃO

Engana-se quem pensa que a osteoporose é uma doença típica da terceira idade.

Osteoporose quer dizer osso poroso, que era forte e tornou-se frágil devido a alterações do metabolismo mineral e aos desequilíbrios nutricionais.

O processo de instalação da doença é gradativo e resulta do desequilíbrio da relação entre a produção e absorção óssea.

A osteoporose é considerada uma doença silenciosa e, por isso, perigosa. Na maioria dos casos, o individuo só descobre este problema depois de sofrer fraturas ósseas de pequenas ou grandes dimensões. Estas podem ocorrer durante as atividades diárias normais ou durante a realização de exercícios físicos sem orientação ou mal direcionados.


O período onde podemos garantir a saúde dos ossos no futuro é aos 30 anos, já que depois dessa idade a quantidade de osso produzido pelo organismo vai diminuindo naturalmente.

Com o ritmo de trabalhado acelerado, realização de dietas rigorosas, estresse físico e mental, muitas mulheres acabam tendo seus ciclos menstruais interrompidos, o que provoca em jovens na faixa etária dos 20 anos, perdas ósseas parecidas com as das mulheres de 80 anos de idade. Fatos como este demonstram a influência da questão hormonal na evolução da doença, uma vez que os hormônios femininos participam ativamente do processo de produção óssea.

Possíveis sintomas da doença:
Dores nas costas, perda de peso, aumento da cifose torácica, fratura, dor nas costelas, dor abdominal, problemas respiratórios e perda dentária.

Dicas de prevenção:

1.    Equilíbrio nutricional (dieta rica em cálcio e vitamina D);

2.    Estilo de vida saudável (não fumar, não ingerir bebidas alcoólicas);

3.    Realizar regularmente exames específicos que mensurem a densidade mineral óssea (desitometria óssea);

4.    Informar-se sobre possíveis antecedentes familiares e verificar se você se encontra nos fatores de risco como: ter baixa estatura, ser da raça branca e ter pouca massa muscular;

5.    Fazer constantemente contagem hormonal;

6.    Tomar sol de forma saudável (10 a 15 minutos antes das 10 horas da manhã);

7.    Realizar atividades físicas moderadas, incluindo exercícios com carga e fortalecimento muscular, atividades de equilíbrio e coordenação.

Dentre estas estratégias a atividade física é essencial, afinal os ossos se remodelam durante toda a vida e o principal fator que estimula estas constantes mudanças são as tensões e cargas que o corpo recebe como as que o exercício proporciona.

O método Pilates é amplamente indicado na prevenção e tratamento de osteoporose, pois permite a realização de inúmeros exercícios específicos que trabalham o corpo globalmente usando a resistência progressiva de molas e o peso do próprio corpo no processo de fortalecimento muscular.

Nos últimos anos, devido ao abrupto aumento de osteoporose na sociedade, o método incorporou uma nova tendência que são os movimentos em pé conhecidos por Standing Pilates. Estes exercícios propõem a organização do corpo na postura ereta promovendo constante descarga de peso nos membros inferiores e uma sustentação da coluna vertebral contra a gravidade. Além disto, trabalhar em pé é muito importante para melhorar o equilíbrio e a estabilidade das articulações.     

As sessões de Pilates devem sempre ser acompanhadas de um profissional especializado e capaz de propor um plano de trabalho direcionado, prazeroso e eficaz no combate a osteoporose.

Caso queira se informar mais sobre o método Pilates, sua história e benefícios clique aqui.

Fonte: FT. Juliana Frazatto Mac Knight Crefito: 51899-f e FT. Sabrina Prado Crefito: 16992